quarta-feira, 17 de junho de 2015

Cyberstalking: do mais fundo da repulsa humana, à escatologia do olhar e da linguagem, ou os traços repugnantes de um monstro perseguidor obsessivo







"Segundo a psicanálise, as origens da histeria não remetem apenas à mãe, mas também ao pai: ambos podem criar as condições para que se desenvolva na filha ou no filho uma identidade que não é a deles própria. “A histérica é filha de uma outra histérica que não conseguiu valorizar sua própria feminilidade e, em conseqüência disso, teria transmitido uma visão de menos valia com relação ao corpo”, assinalam Silvia Alonso e Mário Fuks, professores do Instituto Sedes Sapientiae, em São Paulo, no livro Histeria. Fermenta-se também a histeria quando o pai se omite de suas funções e não impõe os limites que ajudam a definir a identidade e os papéis sociais e sexuais dos filhos – deixa assim de realizar o que os psicanalistas chamam de castração simbólica. Pode agir desse modo por se assustar “com a possibilidade de que o reconhecimento da sexualidade de sua filha o conduza ao incesto”.

8 comentários :

  1. Uma grande artista, um coração enorme, uma mulher de horizontes infinitos, Manuela Baptista, a ser, ano após ano, atormentada por este flagelo, indigno do nome de "desumano", por ser uma afronta incluir a raiz "humano", por uma vez que seja, até na palavra do anátema absoluto... disto :-|

    ResponderEliminar
  2. DIAP?... Isto é internamento imediato, por que uma coisa destas não tem lugar numa sociedade civilizada

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...